quinta-feira, 15 de junho de 2017

Incêndio em Londres | 17 MORTOS, 75 FERIDOS COM 20 EM ESTADO GRAVE

PARTILHAR
Grenfell: Número de vítimas revisto em alta após extinção do incêndio

A registar estão também 75 feridos, dos quais pelo menos 20 estão em estado grave. Incêndio no edifício já foi extinto por completo.

No balanço feito esta manhã à comunicação social, os bombeiros adiantaram que há mais cinco vítimas mortais resultantes do incêndio na torre Grenfell, que decorreu durante a madrugada de ontem.

Assim sendo, o número de mortos causados pelo incidente sobe agora para 17.

O incêndio também provocou 78 feridos, dos quais 18 estão em estado crítico. Famílias inteiras estão desaparecidas e o número de mortos poderá certamente subir, de acordo com a polícia londrina.

O comandante da polícia metropolitana de Londres, Stuart Cundy, disse acreditar que o número de mortos "vai, tristemente, aumentar".


A comissária dos bombeiros, Dany Cotton, disse que as autoridades não sabem realmente quantas pessoas morreram no incêndio e que os bombeiros estão traumatizados pela incapacidade de salvar mais pessoas.

"Tragicamente, agora não esperamos encontrar mais alguém com vida", disse a comissaria à televisão Sky News.

"A severidade e a temperatura do fogo significam que será um milagre absoluto que alguém ainda esteja vivo", acrescentou.

Mais de 200 bombeiros trabalharam durante a noite, mas partes do prédio ainda são consideradas inseguras.

Uma associação de moradores da região já havia alertado várias vezes sobre o risco de incêndio naquele bloco de apartamentos.

Cerca de 600 pessoas viviam em 120 apartamentos na Torre Grenfell, que tinha 24 andares.

O edifício de habitação social, construído em 1974, foi submetido a obras orçadas em 8,6 milhões de libras (9,7 milhões de euros) e concluídas em maio do ano passado, de acordo com o Royal Borough of Kensington and Chelsea.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, prometeu uma investigação e planeia hoje visitar o local da tragédia.

O autarca de Londres, Sadiq khan, disse que muitas perguntas devem ser respondidas sobre a segurança em outros edifícios de apartamentos da capital britânica.

As causas do incêndio ainda são desconhecidas.

João Oliveira com Lusa | Notícias ao Minuto
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: