sábado, 6 de maio de 2017

Cerca de 200 detidos evadiram-se de prisão na Indonésia

PARTILHAR
Jacarta, 05 mai (Lusa) -- Cerca de 200 detidos evadiram-se hoje de uma prisão sobrelotada na zona oeste da Indonésia, quando se dirigiam para a oração de sexta-feira, tendo entretanto sido capturados 77, anunciaram as autoridades penitenciárias locais.

Hoje de manhã, dia de oração naquele arquipélago de maioria muçulmana, os guardas prisionais abriram as celas para permitir a participação dos detidos no ritual.

Os detidos dirigiram-se em massa para a entrada principal da prisão de Pekanbaru, uma localidade na ilha de Sumatra, tentando forçar o portão, em vão, acabando por saírem por uma porta lateral depois de forçarem uma grade vigiada por alguns guardas, explicou o diretor-geral dos serviços prisionais indonésios, I Wayan Dusak, em declarações à agência France Presse (AFP).

"Cerca de 200 detidos evadiram-se, mas entretanto capturámos 77", disse um porta-voz da polícia local à AFP.

As forças de segurança montaram bloqueios em todas as estradas da localidade e iniciaram uma caça ao homem de larga escala.

De acordo com I Wayan Dusak, os detidos estavam bastante insatisfeitos com o chefe dos guardas prisionais.

O estabelecimento prisional tem capacidade para 300 detidos, mas acolhe atualmente 1.870, vigiados por cinco guardas.

As fugas são frequentes na Indonésia, onde as prisões estão muitas vezes sobrelotadas e insalubres.

JRS // EL
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: