sexta-feira, 7 de abril de 2017

Organização G7+ vai ter representação em Lisboa com ajuda das autoridades locais

PARTILHAR

Lisboa, 06 abr (Lusa) -- O grupo G7+, que tem como membros países considerados frágeis, vai abrir uma representação europeia em Portugal com a ajuda da Câmara Municipal de Lisboa, anunciou hoje Xanana Gusmão, membro do Conselho Consultivo da organização internacional.

"Ontem (quarta-feira), encontramo-nos com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa (Fernando Medina). Pedimos assistência e ele vai ceder-nos um espaço para montar aqui o nosso escritório, para termos presença aqui na Europa. Teremos a nossa presença na Europa com uma sede em Lisboa", declarou Xanana Gusmão, que é também ministro do Planeamento e Investimento Estratégico de Timor-Leste.

Xanana Gusmão falou aos jornalistas depois de um encontro com o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e com o presidente do grupo parlamentar de amizade Portugal-Timor-Leste, José Soeiro, na Assembleia da República.

"Vim aqui não como (representante de) Timor-Leste, mas como parte integrante deste pequeno grupo de 20 países frágeis. Neste grupo também estão São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, Timor-Leste, para além de Serra Leoa, Sudão do Sul, Iémen, Afeganistão, Haiti, Ilhas Salomão e Papua Nova Guiné", sublinhou Xanana Gusmão, que é ex-primeiro-ministro e antigo Presidente timorense.

Xanana Gusmão declarou que Ferro Rodrigues mostrou um "magnífico conhecimento" do esforço deste grupo de países frágeis e que recebeu um "grande apoio" do grupo parlamentar grupo parlamentar de amizade Portugal-Timor-Leste.

"(O G7+ é um grupo de) países que saíram ou estão em situação de conflito, ou ainda que estão ainda débeis em questões institucionais e na construção do Estado", explicou o ministro timorense.

Xanana Gusmão foi recebido na Assembleia da República, juntamente com o presidente do G7+ e também ministro do Planeamento da Serra Leoa, Momodu Lamin Kargbo, e outros membros da organização.

Momodu Lamin Kargbo agradeceu muito o apoio do povo português e das autoridades de Portugal dado ao G7+, lembrando que a Serra Leoa foi descoberta pelo navegador português Pedro Sintra, em 1460.

O G7+ é uma organização intergovernamental internacional que tem como objetivo oferecer uma voz coletiva aos países considerados frágeis, que foram ou são afetados por conflitos, para forjar caminhos e permitir a aprendizagem dos pares sobre como obter resiliência e o apoio entre os países membros.

No dia 10 de abril de 2010, em Díli, Timor-Leste, foi realizada a reunião inaugural do G7+, durante a qual os membros expressaram a vontade de estabelecer o grupo como organização internacional, continuar a reunir e compartilhar experiências e projetos.

CSR // EL
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: