quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CNRT não clarifica posição sobre Governo até ao fim de semana

PARTILHAR
Díli, 03 ago (Lusa) - O secretário-geral do CNRT disse hoje que o segundo partido mais votado a 22 de julho só vai decidir se apoia, ou não, a formação do próximo Governo depois da conferência partidária no fim de semana.

"A partir de amanha [sexta-feira] há uma conferência. E depois sairá daí um resultado e teremos que respeitar a vontade dos conferencistas", afirmou Francisco Kalbuadi em declarações aos jornalistas no Palácio Presidencial, em Díli.

Francisco Kalbuadi falava depois de uma reunião de cerca de 30 minutos com o Presidente timorense que começou a ouvir os partidos eleitos para o Parlamento Nacional com vista à formação do próximo Governo.

Pela segunda vez desde as eleições de 22 de julho, o chefe de Estado timorense convidou para uma reunião o presidente do Xanana Gusmão, que não veio ao palácio, enviando em seu lugar o secretário-geral, Francisco Kalbuadi.


"O convite do senhor Presidente foi ao partido. Estou aqui eu, como secretário-geral e o 1º vice-presidente (Vergilio Smith)", explicou Kalbuadi.

Kalbuadi disse que o chefe de Estado reiterou o apelo para que as forças políticas tenham em conta "o interesse nacional e não do partido" e garantiu que o CNRT respeitará isso.

"O mais importante é o interesse do povo e da nação, a estabilidade nacional", disse, sem querer avançar qualquer cenário.

O Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) tem prevista a realização entre sexta-feira e domingo de uma Conferência Nacional, durante a qual a liderança do partido deverá definir que posição vai adotar relativamente à formação do VII Governo constitucional.

O CNRT obteve nas legislativas 22 lugares no parlamento de 65, um menos que a Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), que obteve 23. Foram ainda eleitos oito deputados do Partido Libertação Popular (PLP), sete do Partido Democrático (PD) e cinco do Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO).

Francisco Guterres Lu-Olo tem previsto receber o líder do PLP e antecessor na presidência, Taur Matan Ruak, e na sexta-feira as lideranças do PD e KHUNTO.

ASP // EJ
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: