domingo, 11 de agosto de 2019

22 mortos e dez desaparecidos à passagem do tufão Lekima pela China

PARTILHAR

Pequim, 11 ago 2019 (Lusa) -- Pelo menos 22 pessoas morreram na China e outras dez continuam desaparecidas após a passagem do tufão Lekima, num novo balanço feito pelas autoridades, noticiou hoje a agência de notícias Xinhua.

O anterior balanço apontava 13 mortos e 16 desaparecidos.

As mortes ocorreram em Yongjia, nos arredores de Wenzhou, uma importante cidade portuária, apesar de as autoridades terem procedido à evacuação de uma zona com mais de um milhão de pessoas como forma de prevenção, quando se aproximava o tufão.

Na sexta-feira, a China emitiu um alerta máximo para as áreas costeiras da província de Zhejiang devido à passagem do tufão Lekima, dada a previsão de ventos e chuvas fortes.

O alerta vermelho, emitido pela China, é o mais alto do sistema de alertas, de quatro níveis, levando as autoridades a preparar evacuações, suspender ligações ferroviárias, viagens aéreas e a exigir o regresso de embarcações aos portos.

JMC (ARP) // JMC
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: