sábado, 9 de junho de 2018

Putin recebe em Pequim "Medalha de amizade" oferecida pelo seu homólogo Xi Jinping

PARTILHAR

Pequim, 08 jun (lusa) -- O Presidente russo, Vladimir Putin, recebeu hoje a primeira "Medalha de amizade" oferecida pela China a um cidadão estrangeiro e entregue pelo seu homólogo, Xi Jinping, quando os dois países tentam reforçar a cooperação.

Putin foi recebido com todas as honras em Pequim no início de uma visita oficial que se prologa durante o fim de semana em Qingdao (leste), onde participa na cimeira da Organização para a Cooperação de Xangai, que reúne diversos países asiáticos. Este encontro decorre em simultâneo com o encontro dos países do G7, no Canadá.

"Esta Medalha de amizade representa o grande respeito que o povo chinês concede ao Presidente Putin e simboliza a amizade profunda entre a China e a Rússia", declarou Xi Jiping ao entregar a condecoração ao seu homólogo.

A medalha honra os estrangeiros "que contribuíram de forma excecional para o processo de modernização socialista na China, à promoção das trocas e da cooperação entre a China e o resto do mundo e à manutenção da paz mundial", assinalou a agência noticiosa Xinhua (Nova China) numa referência à distinção.

"Para além das flutuações da situação internacional, a China e a Rússia sempre consideraram uma prioridade o reforço das suas relações", frisou o Presidente chinês no início de uma reunião bilateral com Putin.

Os dirigentes russo e chinês, os mais poderosos nos seus respetivos países desde há décadas, têm criticado nos últimos meses e em simultâneo as posições do Presidente dos EUA, Donald Trump, que encara a China e a Rússia como rivais económicos que ameaçam os interesses e os valores dos Estados Unidos.

Em entrevista à cadeia televisiva chinesa CGTN, Putin elogiou as relações com o seu "bom amigo" Xi Jiping, ao referir que foi o único dirigente estrangeiro com quem celebrou o seu aniversário no qual partilharam salsichas e vodka.

Xi Jinping "é acessível e sincero. Mas é também uma pessoa digna de confiança", frisou o Presidente russo, que de seguida assistiu a uma partida de hóquei sobre o gelo em companhia do seu homólogo na grande cidade portuária de Tianjin, 100 quilómetros a leste de Pequim.

Os dois dirigentes foram ovacionados pela assistência do encontro que opôs as equipas de juniores dos dois países. Alguns jovens exibiam cartazes com as inscrições em russo e chinês "Bem-vindo Presidente Putin" ou "Amamos-vos, Presidente Xi".

No âmbito desta visita, foi assinado um importante conjunto de acordos sobre o nuclear, que prevê designadamente a construção na China de quatro reatores pela empresa pública russa Rosatom.

Na cimeira da Organização para a Cooperação de Xangai deste fim de semana, Xi e Putin vão encontrar-se com o Presidente iraniano Hassan Rohani, que participa como observador, em busca de apoios internacionais após a decisão de Donald Trump de denunciar e renunciar ao acordo de 2015 sobre o nuclear iraniano.

PCR // ANP
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: